Cola metálica que pode substituir a solda


Stephen Stagon e seus colegas da Universidade Northeastern, nos EUA, foram inovadores e desafiadores ao elaborara a “solda sem calor”, um tipo de cola metálica que pretendo substituir o processo de soldagem.

Segundo Stagon, essa cola metálica é ideal para fixar materiais eletrônicos, dentro ou fora dos chips, peças delicadas de vidro e até mesmo filamentos metálicos dentro de uma lâmpada. A cola sela a temperatura ambiente mediante uma leve pressão.

Hanchen Huang é uns professores, que já se uniu aos seus alunos para fundar uma empresa e colocar a "solda sem calor" no mercado, o que evidencia o potencial da inovação.

A combinação, para formar a cola metálica, é nova e se tornou possível graças às propriedades únicas de nanobastões metálicos (hastes extremamente pequenas com núcleos de metal que foram revestimos com o elemento índio de um lado e o elemento gálio do outro).

Essas hastes revestidas são dispostas ao longo de um substrato semelhante aos dentes de um pente: há um pente de baixo e um pente de cima, então os dois foram entrelaçados. Quando o índio e o gálio entram em contato, eles formam um líquido. O núcleo de metal dos nanobastões atua para transformar esse líquido em um sólido. A cola resultante fornece a força e a condutividade térmica e elétrica de uma ligação metálica.

Segundo Hanchen Huang, além de resultar em conexões metálicas similares às obtidas com a solda a quente tradicional, a cola metálica traz agilidade ao processo, simplificando-o e diminuindo riscos de danos às peças. O baixo custo também é um grande diferencial.

A cola metálica tem múltiplas aplicações, com muitas possibilidades de uso na indústria eletrônica. Como condutor de calor, ela poderá substituir a pasta térmica atual, e como condutor elétrico pode substituir as soldas de hoje. Relacionando produtos que incluem células solares, acessórios para tubos e componentes para computadores e dispositivos móveis.

Mais uma inovação que quebra padrões e traz novos olhares a processos tão tradicionais.

Voltar